Precisamos libertar!

Para vivermos bem conosco  e com os "nossos adictos" precisamos libertá-los da nossa tentativa de controle.  Porque amor em demasia, não é amor, é a doença em alto estágio de evolução, progredindo rapidamente, causando um  relacionamento frustrante, marcado pelas mágoas. E, esta relação realmente sugará todo o nosso mental e espiritual.


Darléa Zacharias

Não se apegue às pedras do caminho

Sua vida pode ser um grande fardo, graças às pedras que você vem levando junto pelo caminho. E não se engane: as pedras que ger...