Um ilustre leitor!



Na Bienal do livro, fiquei em extase, quando fui abordada por esta cara aí da foto. Me senti muito realizada  com o fato de tê-lo como mais um leitor.  
Ao vê-lo demonstrar interesse pelo meu livro, fiquei radiante, e pude  perceber os "presentes" que a vida tem me dado.
Não me orgulho nem um pouco do meu passado, mas me orgulho muito de mim. Fico feliz por estar limpa, viva e plantando coisas boas, e principalmente, por vir ajudando o meu próximo. Sem estardalhaço, sem salto alto... Mantendo a simplicidade, sei que posso ir mais além. Poderei chegar aonde a minha coragem e determinação permitir.

Obrigada Arlindo Cruz!

Não se apegue às pedras do caminho

Sua vida pode ser um grande fardo, graças às pedras que você vem levando junto pelo caminho. E não se engane: as pedras que ger...