A dor é inevitável, mas o sofrimento é puramente opcional.


Viver é tão simples... Mas, ás vezes, PARECE mais fácil complicar, só parece mesmo... 
Existe uma segurança distorcida no sofrimento, que nos parece muito familiar. É muito mais fácil ficar dando murros em ponta de faca, e correndo atrás do próprio rabo, como um cachorro louco, do que abrir mão do velho trilho da destruição e do controle, que tanto nos faz sofrer. 
Se existe uma soma exacta entre números similares, não tem jeito do resultado ficar inexacto. Mas, achamos, que após batermos cabeça, pensarmos incansavelmente até queimar nossas mufas, que conseguiremos um resultado diferenciado. Não... Não podemos mudar o que tiver que ser. Não podemos ficar brincando de Deus, o tempo todo, isso é a  loucura mais desgastante da dignidade. Praticamente um eufemismo da alma. Somos seres humanos limitados, frágeis, confusos, e precisamos agir como tal, para evitarmos mais dor de viver do que já temos. 
Precisamos da fé e de direção divina. Precisamos ficar por alguns instantes quietos,longe do barulho de nossos pensamentos, para que possamos escutar a voz da razão. Aquela voz que muitos chamam de instinto, eu prefiro chamar de voz de Deus...
Se não aquietarmos nossas mentes, e sairmos do meio da confusão, não conseguiremos chegar a lugar nenhum, NUNCA!
Somos mestres em auto sabotagem e auto engano. Pensamos que podemos controlar pessoas e situações. Como podemos pensar assim, se não conseguimos se quer encontrar direção para nossas próprias vidas?
Como calar e acalmar  uma mente obcecada e adoecida pela sequência de pensamentos insanos? Na minha opinião, orando muito. Pedindo ao Deus da compreensão de cada um por fé e sanidade.
Muitas vezes, Deus quer entrar em nossas vidas e comanda-la, mas não permitimos. Fingimos não ouvir sua voz, quando diante de um problema, percebemos que não podemos mais suportar. É nesta hora, que "Ele" está a nos dizer: Deixe essa dificuldade para mim que eu resolvo...Simplesmente não ouvimos. Encaramos tudo com a cara e com a coragem, mas nos falta o essencial para concluirmos nossa missão: A fé! Então preferimos a covardia e o isolamento da perseverança.
Choramos, resmungamos, nos descabelamos e esquecemos que nada é no nosso tempo, mas sim, no tempo de Deus. Nenhuma folha sequer, cai de uma árvore sem que seja da vontade "Dele", isso é fato.
Aí, percebemos que até complicar é complicado demais para nós. O melhor a fazer é aceitar. Admitir que somos impotentes perante coisas, pessoas e lugares. Sair da frente e deixar Deus passar é o mais sensato, sempre! Muitas causar foram ganhas com a rendição. Bater em retirada, nem sempre significa desistência, mas significa preservação da nossa integridade e sabedoria. Não podemos mudar o mundo, só podemos mudar a nós mesmos, se quisermos é claro!
A dor é inevitável, mas o sofrimento é puramente opcional.


Darléa Zacharias






* Texto com direitos autorais

Não se apegue às pedras do caminho

Sua vida pode ser um grande fardo, graças às pedras que você vem levando junto pelo caminho. E não se engane: as pedras que ger...